Grandes Chefs: Massimo Bottura

Nascido em Modena, na Itália, Massimo é ‘Patron Chef’ da Osteria Francescana, considerada o melhor restaurante do mundo.

Seu background culinário é uma mistura da instrução do chef George Coigny, uma combinação de culinária italiana regional e do treinamento frances clássico, com as lembranças de ver as mulheres de sua família ao redor do fogão.

Foi a partir dessa experiência que Bottura resolveu abrir seu restaurante. Localizado na mesma cidade em que ele nasceu, o desafio da Osteria Francescana é servir pratos que unem a tradicional culinária italiana com a modernidade.

Por ser uma proposta ousada, a ideia de Massimo não foi bem aceita pela comunidade local, ao menos não em um primeiro momento. Segundo o chef:

chef_massimo_bottura

Na Itália há três coisas intocáveis: o futebol, o Papa e a comida”

Mesmo assim, Massimo continua olhando para a tradição com um olhar que impressiona. Seu prato ‘Tortellini whith cream of Parmagiano Reggiano’ é um bom exemplo disso. Ele consiste em 6 tortellinis posicionados em uma fila no meio do prato, cercado de molho por ambos os lados.

A tradição local é servir ao menos uma concha de tortellini por prato, mas, na visão de Massimo, dessa forma as pessoas não aproveitam, não se dedicam a sentir o sabor de cada um deles. Para o chef, mais valem os 6 tortellinis saboreados com atenção do que uma porção deles mal apreciados.

Tortellini whith cream of Parmagiano Reggiano

O menu da Osteria é comporto por diversos pratos que seguem essa mesma linha de pensamento e que promovem, não só uma experiência gastronômica, mas também cultural.

Massimo continua pesquisando e reinventando seu menu a cada novo insight ou descoberta. Para ele, o caminho é sempre olhar para a cultura  a tradição através das lentes do novo.

 

facebookgoogle_pluspinterestmail

2 Replies to “Grandes Chefs: Massimo Bottura”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *